baner 01 abr noticias

Militante do Partido Comunista do Brasil que pregou ódio ao STF é pré-candidato em Pernambuco

'Tem que acordar todo dia querendo pegar pelos cabelos cada um daqueles ministros do STF', disse, em 2021

Por @PrArnaldoBR - MTB0171/RO em 24/04/2022 às 08:58:00

O militante comunista Jones Manoel, que em 2021 defendeu o "ódio de classe" a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje é pré-candidato ao governo de Pernambuco pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Na época, em v√≠deo postado em seu canal do YouTube, que hoje n√£o est√° mais dispon√≠vel, ele n√£o só pregou viol√™ncia contra ministros da Corte, como contra representantes do Congresso Nacional.

"Uma das tarefas fundamentais da gente é estimular o ódio de classe. Tem que acordar todo dia querendo esfolar o patr√£o", disse durante uma palestra no Sindicato da Constru√ß√£o Civil de Fortaleza em 18 de setembro.

"Tem que acordar todo dia querendo pegar pelos cabelos cada um daqueles ministros do STF, se puxar pelo fundo sai a peruca, o presidente da C√Ęmara dos Deputados, presidente do Congresso, tem que odiar, tem que xingar. Tem que ver uma foto e ter raiva, ter vontade de cuspir, tem que odiar a burguesia brasileira, e seus representantes", declarou.

Carla Zambelli

Na sexta-feira 22, a deputada Carla Zambelli (PL-SP) repostou o v√≠deo e fez um questionamento: "Flagrante perpétuo só vale pra a esquerda?". Ela ainda afirmou que o partido comunista estava "ensinando como lidar com as institui√ß√Ķes".

Ela fez referência a condenação do deputado Daniel Silveira (PTB-SP) pelo Supremo com base em um vídeo divulgado nas redes sociais em que ele faz ataques a ministros do STF.


Pré-candidato

Jones Manoel foi oficializado como pré-candidato ao governo pernambucano no fim de mar√ßo. Na ocasi√£o, segundo registrou o portal G1, disse que "o processo do desenvolvimento de uma consci√™ncia de classe fez perceber que era fundamental se organizar politicamente, construir um instrumento revolucion√°rio para a conquista de poder pol√≠tico".

"O espa√ßo eleitoral é mais uma tarefa, novidade deste ano. É mais um espa√ßo de luta que a gente vai tentar contribuir para avan√ßar na luta, na defesa da revolu√ß√£o brasileira, que é o que todo o nosso povo trabalhador precisa", disse o guru pol√≠tico de Caetano Veloso.


Fonte: Revista Oeste

Comunicar erro

Coment√°rios